Como Suplementar Colágeno 
(Terça-feira, 29 de agosto de 2017) 
 
 
 
 
 Como saber se seu corpo está perdendo colágeno e você precisa suplementar?
 
O tempo vai passando, a correria não permite que você mantenha uma rotina alimentar saudável e você não escolhe corretamente seus alimentos. Quando se dá conta, começa a perceber mudanças visíveis na sua pele, cabelos e unhas.
 
Os contornos do seu rosto e pescoço mostram-se menos definidos com o aumento da flacidez tissular. Você percebe sua #pele mais fina e desidratada, visualiza linhas no entorno dos olhos e da boca. Também na pele do corpo, você nota o aparecimento de #estrias, aumento da #celulite e menor elasticidade da epiderme logo abaixo do umbigo, no antebraço, no interno de coxa e em outras regiões.
Não bastasse, percebe suas articulações, juntas e ligamentos menos flexíveis e músculos mais frouxos. Você fica pensando se os sintomas de #envelhecimento podem ser atenuados ou revertidos. Será?
 
Rita Caride da La Forme Center, é especialista no assunto. Domina o tema há mais de 28 anos como #cosmetóloga e #nutricionista à frente da La Forme Center Campinas. Lida diariamente com os sintomas da carência de #colágeno do ponto de vista interno e externo, combinando ambas expertises nos acompanhamentos estéticos-nutricionais que faz, com foco na saúde e embelezamento da pele a partir também da nutrição das #células.
 
Preocupada com a vida saudável, Rita aposta numa #dieta que priorize suas fontes naturais, lançando mão da suplementação quando julga necessário e responde abaixo às dúvidas comuns entre as pacientes, sobre a necessidade e fontes de suplementação.
 
Quais as fontes naturais dessa proteína?
 
Alimentos ricos em colágeno são aqueles de origem animal, explica a especialista. Assim, sua dieta precisa contemplar um ou mais destas fontes:
  • Carnes vermelhas;
  • Carnes brancas;
  • #Gelatina;
  • Geleia de mocotó.
Quais os benefícios da sua reposição?

Em caso de suplementação, a absorção do colágeno é muito difícil pelo trato gastrointestinal, alerta a profissional, adepta prioritariamente de uma dieta equilibrada.
 
Para facilitar a absorção, ele de ser "hidrolisado", quebrado em aminoácidos, isso quer dizer, transformado em moléculas menores, continua ela.
 
Ela observa que, ao serem supridas as quantidades de #aminoácidos necessárias, obtém-se vários benefícios animadores, entre eles:
  • Redução do peso corporal por estimular o mecanismo da saciedade, o que leva a comer menos;
  • Melhora da celulite, já que a recuperação de proteínas do tecido conjuntivo (colágeno e elastina) ajuda a diminuir a camada adiposa existente;
  • Prevenção de estrias, uma vez que estas resultam da ausência ou deficiência de fibras elásticas na pele;
  • Efeitos coadjuvantes no fortalecimento dos vasos sanguíneos, evitando formação de varizes;
  • Rejuvenescimento da pele devido à reestruturação dos tecidos flácidos promovendo a diminuição da flacidez, o aumento do tônus e elasticidade da pele;
  • Sensível recomposição da cartilagem das articulações e redução da artrose, quando é feita a suplementação do Colágeno tipo II.
Como é feita a suplementação de colágeno?
 
Os produtos industrializados devem ser usados com acompanhamento do seu #médico ou nutricionista, pois muitos suplementos de colágeno hidrolisado e apresentam diferentes combinações de aminoácidos, vitaminas e minerais. Esses profissionais saberão quais são mais recomendados para você.
 
Dica importante:
 
Sua absorção melhora quando associamos com a vitamina C, encontrado em vegetais e frutas.
 
Ela explica que o colágeno hidrolisado pode ser encontrado na forma líquida, em cápsula ou pó. Em pó, forma mais difundida apresenta baixa atividade água (umidade normalmente próximo de 8%), o que garante uma estabilidade muito grande da proteína (chegando a 5 anos na embalagem original de fabricação). Esta apresentação normalmente apresenta um preço mais baixo que as outras e melhor qualidade sensorial na forma pura (sem aditivos nem sabor).
 
As cápsulas de colágeno são o produto em pó, inserido na cápsula garantindo doses, normalmente miligramas do produto.
 
É bastante útil para quem tem facilidades em ingerir cápsulas e evita a necessidade de diluição. Esta apresentação permite utilizar um produto de baixa qualidade sensorial (sabor característico mais evidente).
 
É necessário avaliar a dose/cápsula para analisar a relação custo/benefício, alerta ela.
 
O colágeno líquido pode ser obtido através da exclusão da etapa de secagem do colágeno hidrolisado ou da diluição do colágeno em pó. Normalmente essa apresentação requer a necessidade de conservantes e agentes de sabor e é necessário conferir a concentração do produto para analisar a relação custo/benefício. A dose diária recomendada é em torno de 10g/dia, conforme orientação nutricional ou médica.
 
Acompanhe mais dicas dessa profissional; a cada semana sobre um novo tema relacionado à estética e à nutrição.
 
Agende uma avaliação gratuita com ela pelo WhatsApp 19 99293 2152.
 
A La Forme Center Campinas, está à Rua Barreto Leme 2559, no bairro Cambuí da cidade, e atende unissex, de segunda à sábado. Fone 19 3251 1100.
 
Curta nossa página aqui no #Facebook, #Instagram, G+ e Youtube. Visite nosso site e cadastre-se para receber #bônus especial. Suas dúvidas, críticas e comentários serão bem-vindos.
 
 
New layer...